A propaganda é a alma da reeleição

O governo Bolsonaro aumentou em 17% os gastos com publicidade no primeiro semestre de 2022 na comparação com o mesmo período de 2021. Foram R$ 84,9 milhões investidos em propaganda até aqui, segundo os dados da Secretaria Especial de Comunicação do Planalto (Secom). O aumento se concentrou especialmente nos anúncios de televisão. O valor pago em publicidade na tevê foi o maior para um primeiro semestre desde que Bolsonaro tomou posse. Alvo de ataques do presidente, a TV Globo tem recebido cada vez mais recursos, proporcionalmente. Neste ano, 25% das verbas de publicidade em tevê foram para a Globo (em 2019, eram 17%). A artilharia também tem sido pesada nas redes sociais. Nos primeiros seis meses do ano, o governo pagou R$ 4 milhões em anúncios no Facebook – valor que supera o dos anos de 2021 e 2020 inteiros. O =igualdades mostra como e onde Bolsonaro está fazendo propaganda

Continue lendo na Revista Piauí.