Mecanismo de reconhecimento facial mostra fotos ‘potencialmente explícitas’ de crianças

Pais abusivos procurando crianças que fugiram de casa e vivem em abrigos. Governos em busca dos filhos de dissidentes políticos. Pedófilos perseguindo vítimas encontradas em fotos de abuso sexual infantil.

A ferramenta de busca de reconhecimento facial PimEyes permite que qualquer pessoa pesquise imagens de crianças retiradas da internet, possibilitando usos alarmantes, conforme apuração do Intercept.

Conhecida como o Google do reconhecimento facial, a PimEyes apresenta resultados com imagens “potencialmente explícitas”, o que pode contribuir para o aumento da exploração de crianças, em um contexto de explosão de imagens de abuso desencadeado na dark web.

“Questões de privacidade vêm à tona com o uso em larga escala da tecnologia de reconhecimento facial”, afirmou Jeramie Scott, diretor do Projeto de Supervisão de Vigilância do Centro de Informações de Privacidade Eletrônica, conhecido pela sigla em inglês EPIC. “Isso é particularmente perigoso em relação à infância, já que alguém pode usar a tecnologia para

Continue lendo no The Intercept.