Anitta mobilizou apenas 0,36% das mensagens em grupos de WhatsApp bolsonaristas

Engana-se quem pensa que o apoio da cantora Anitta à candidatura de Lula aflige os bolsonaristas. Ao menos nos grupos de WhatsApp, o assunto foi praticamente ignorado, de acordo com o levantamento feito pelo publicitário e mestre em Comunicação Renato Ribeiro. Desde 2021, ele monitora sistematicamente 25 grupos, que somam mais de 350 mil mensagens.

Entre os dias 11 e 17 de julho – período em que Anitta movimentou as redes sociais ao declarar voto em Lula e, depois, ao dizer que não era petista – a cantora foi assunto em apenas 46 mensagens enviadas nesses grupos, o que representa apenas 0,36% do conteúdo. O assassinato do petista Marcelo Arruda por um agente penitenciário em Foz do Iguaçu, no dia 10, preocupou muito mais os bolsonaristas. O crime foi assunto em quase o dobro de mensagens, cerca de 0,62%.

Segundo Ribeiro, os grupos de WhatsApp bolsonaristas são voltados para um

Continue lendo no The Intercept.