O Bolsonaro do centrão abandona em 2022 a campanha pobríssima de 2018

Continue lendo na Tales Faria.