Força Nacional enviou menor efetivo do ano ao Vale do Javari durante buscas por Bruno e Dom

A Força Nacional esteve representada no no Vale do Javari por apenas 13 agentes na semana entre 8 e 12 de junho. Tratou-se do menor efetivo empregado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública na região desde o início de 2022. Aquela foi, justamente, a semana em que o indigenista Bruno Pereira e o jornalista britânico Dom Phillips desapareceram – eles haviam sido vistos pela última vez no dia 5.

No dia em que Bruno e Dom – sabe-se hoje – foram surpreendidos, mortos, esquartejados e enterrados em uma emboscada, havia 14 policiais da Força Nacional no Vale do Javari. Tal efetivo se manteve até a terça-feira seguinte ao crime.
Enquanto o Exército enrolava para começar as buscas e órgãos de direitos humanos nacionais e internacionais cobravam maior agilidade, o Ministério de Justiça e Segurança Pública retirou de lá um de seus agentes.

A Força Nacional é uma espécie de

Continue lendo no The Intercept.