PF agora investiga tráfico pelas mortes de Bruno e Dom

Após descartar a existência de um mandante nos assassinatos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips, a Polícia Federal abriu uma nova linha de investigação e agora apura o envolvimento de traficantes de drogas com o crime, além dos pescadores ilegais já presos. De acordo com os policiais, a venda do pirarucu, abundante nas terras indígenas, é usada na lavagem de dinheiro do tráfico, o que uniria os dois grupos criminosos. O combate à pesca ilegal era uma prioridade de Pereira,…

Continue lendo no Canal Meio.