Escancarou a porteira e foi à urna

O ex-ministro Ricardo Salles, do Meio Ambiente, subiu ao palco do autointitulado maior evento conservador do Brasil, o CPAC (Conservative Political Action Conference), no sábado, 11 de junho, ovacionado. Pré-candidato a deputado federal, o público clamou por uma candidatura sua ao Senado, o que o fez sorrir abertamente. “Tem que combinar com o Datena”, provocou, em referência ao apresentador de tevê que é o pré-candidato ao cargo na chapa bolsonarista de São Paulo. Cada um na plateia pagou 47 reais para ingressar no Royal Palm Hall, centro de eventos em Campinas (SP), e assistir a palestras de governistas como Eduardo Bolsonaro, Tarcísio de Freitas e Mario Frias. O público cativo idolatra Salles, demitido do governo um ano atrás por se tornar investigado num esquema milionário de extração e exportação ilegal de madeira da Amazônia.

Em seu discurso, o ex-ministro disse que o Brasil começou a enfrentar “a pauta esquerdista, a

Continue lendo na Revista Piauí.