STF une investigações de ataque de Bolsonaro às eleições e das milícias digitais

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo, determinou ontem que os ataques feitos pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) às urnas eletrônicas e ao sistema eleitoral devem ser investigados em conjunto com o inquérito da suposta milícia digital que atua contra a democracia. Em fevereiro, Moraes já havia autorizado a Polícia Federal a usar provas sobre o vazamento por Bolsonaro de uma investigação sigilosa no TSE no inquérito das milícias digitais. A unificação destes inquéritos atende a um pedido…

Continue lendo no Canal Meio.