Em dez anos, dobra fila de espera por um rim no Brasil

A lista de espera para receber um rim vem aumentando ano a ano no Brasil. Em dezembro de 2013, havia 16,3 mil pessoas na fila do órgão e, no mesmo mês do ano passado, 27,6 mil. A fila efetivamente cresceu em 5,1 mil pessoas, já considerando o fluxo de quem entrou e quem saiu de dezembro de 2021 a abril de 2022.

Se em dezembro de 2019 a lista de espera para um rim era de 25 mil pessoas, em 2021 ela já tinha 27,6 mil pacientes à espera. Durante a pandemia, um conjunto de fatores – como a superlotação do sistema hospitalar e as restrições sanitárias – fizeram com que o número de transplantes baixasse, e consequentemente quem precisava de um rim ficou parado na fila.

Leia aqui o =igualdades completo.

Fontes: Associação Brasileira de Transplante de Órgãos; Sistema Nacional de Transplantes

O post Em dez anos, dobra

Continue lendo na Revista Piauí.