Pacheco honra o Congresso no Senado; na Câmara, Lira o degrada como nunca!

Continue lendo no Reinaldo Azevedo.