Exército encampa ataques de Bolsonaro às urnas perante TSE

O discurso do presidente Jair Bolsonaro (PL) sobre supostas fragilidades no sistema eleitoral foi encampado em boa parte dos 88 questionamentos enviados nos últimos oito meses ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por militares. Foram cinco ofícios sigilosos assinados pelo general de Divisão do Exército Heber Garcia Portella, que participa da Comissão de Transparência do TSE, quatro dos quais já foram respondidos. Desde a adoção das urnas eletrônicas, em 1996, nem um caso de fraude na apuração…

Continue lendo no Canal Meio.