'É coisa de preto, né', solta vereador de São Paulo Camilo Cristófaro durante sessão de CPI

Relator da CPI dos Apps na Câmara Municipal de São Paulo, Camilo Cristófaro, do PSB, proferiu uma frase racista na sessão de hoje da comissão. Único vereador conectado por videochamada, Cristófaro, aparentemente sem notar que seu microfone estava aberto, disse: “Eles arrumaram e não lavaram a calçada. É coisa de preto, né?”.

A frase não foi captada pela transmissão ao vivo da sessão no canal da Câmara no YouTube, que ainda não havia começado, mas foi ouvida por todos os presentes no plenário, gerando revolta. Pressionado pela vereadora do Psol Luana Alves, única mulher integrante da CPI, o presidente da comissão interrompeu a sessão e a gravação da videochamada foi solicitada pelos membros do grupo à TV Câmara. Para um assessor parlamentar com quem falei, era importante pressionar “para que o áudio não sumisse”.

Alves se pronunciou no Twitter e disse que entrará com representação

Continue lendo no The Intercept.