No Brasil dos golpistas, afirmar o óbvio se torna um ato de resistência

Continue lendo no Reinaldo Azevedo.