De um 25 de abril a outro: próspera democracia em Portugal, recuo no Brasil

Continue lendo no Balaio do Kotscho.