Estimativas de prejuízos com seca chegam a R$ 47 bilhões

Os prejuízos causados pela seca prolongada nos Estados do Sul e em parte do Mato Grosso do Sul já são estimados em cerca de R$ 47 bilhões, segundo cálculos do governo federal, de órgãos estaduais e de representantes do agronegócio. As estimativas são dos impactos sobre o agronegócio, principalmente as plantações de soja, um dos principais produtos exportados pelo Brasil. Outros produtos, como milho e feijão, também estão sendo atingidos.

Os Estados mais impactados pela estiagem são Paraná e Rio Grande do Sul. Um relatório divulgado na 6ª feira (14.jan.2021) pelo Deral (Departamento de Economia Rural), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Paraná, estima um prejuízo inicial de R$ 25,6 bilhões na safra de grãos do Paraná em 2021/22.

Desse total, as estimativas de perdas financeiras, por produto, são:

soja – R$ 23 bilhões milho – R$ 2,2 bilhões feijão – R$ 361,7 milhões


Continue lendo no Poder 360.