Lula não é médico nem monstro – e nem precisa de guru

A narrativa montada por setores do mercado e da mídia de que é preciso cautela com o petista e ver, antes de tudo,  “qual Lula”  assumirá em 2023 se vencer a eleição, é uma grossa mistificação

Veja mais de Helena Chagas

Continue lendo no Os Divergentes.