O acordo secreto entre STF e o Congresso

STF e o Congresso dialogaram e chegaram em um acordo

O Congresso promete dar uma resposta à altura depois do STF ter mandado revelar o nome de todos os parlamentares que receberam emendas do Orçamento Secreto. Embora haja a promessa de que não será obedecida a ordem do Supremo, tudo não passa de jogo de cena. Pessoas ligadas aos presidentes da Câmara e do Senado e também do STF garantem que isso tudo faz parte de um acordo.

Ao DCM, um assessor ligado a Rodrigo Pacheco, presidente do Senado, explica o estratagema. Segundo ele, a carta conjunta com Arthur Lira será divulgada após aviso ao próprio Supremo. Todos estão sabendo de tudo, é o que garante a fonte que conversou com a reportagem e tudo foi acertado entre eles. Segundo detalhou o assessor, os ministros já sabem que o Congresso não cumprirá a íntegra da ordem.

Em conversa com um

Continue lendo no Diário do Centro do Mundo.