Chacinas em série. Por Kakay

Jacarezinho (RJ) foi palco de uma das chacinas

Por Kakay

O Brasil é um país onde impera a mediocridade, a hipocrisia e a desfaçatez. Claro que nada disso tem a ver com o povo brasileiro, o qual se equilibra para tentar sobreviver e fugir de um destino duro e cruel. O que mais impressiona e dói é a massificação da tragédia, a sua banalização, a desumanização dos sentimentos. Os maiores absurdos contra os direitos dos invisíveis são deixados de lado de qualquer perplexidade. É como se fosse proibido se indignar.

Se um supremacista norte-americano atira em uma escola em Washington e mata oito norte-americanos, o mundo para. O Brasil inteiro entra em estado de catarse em solidariedade à tragédia. E é bom que seja assim. Num mundo globalizado, o compartilhar da dor diminui a solidão, a marca de uma era. Se não podemos ser felizes juntos, até porque a felicidade

Continue lendo no Diário do Centro do Mundo.