Em 2020, governo americano registrou o triplo de pedidos de informação que o Brasil, proporcionalmente

O número absoluto de pedidos de informação recebidos pelo governo federal dos Estados Unidos em 2020 foi cinco vezes o do Brasil. Mesmo considerando os dados proporcionais à população, a diferença é grande: enquanto os americanos registraram 240 pedidos a cada 100 mil habitantes, o Brasil registrou apenas 72 a cada 100 mil. Ou seja: para cada pedido de informação feito ao governo brasileiro, três foram feitos ao governo americano.

Enquanto a Lei de Acesso à Informação (LAI) no Brasil completa sua primeira década de existência (a lei foi sancionada em novembro de 2011 e passou a valer em maio de 2012), os Estados Unidos já têm uma lei desse tipo desde 1966. No mundo, há legislações muito mais antigas. A primeira lei de acesso de que se tem conhecimento foi publicada na Suécia em 1766. Na América Latina, a Colômbia foi pioneira, publicando sua legislação em 1888. Considerada uma

Continue lendo na Revista Piauí.