Guerra sem regras, sem fim e sem vitória

Há mais de meio século glorificam-se as ações policiais de vingança contra bandidos. A morte do detetive Milton Le Coq que levou a execução do seu suposto assassino, Manoel Moreira, o “Cara de Cavalo”, alvejado por mais de 100 tiros de revolveres, metralhadoras e espingardas, teve, afinal, a mesma mecânica que o fuzilamento de oito […]

O post Guerra sem regras, sem fim e sem vitória apareceu primeiro em TIJOLAÇO.

Continue lendo no Tijolaço.