O É DA COISA: Bolsonaro é a irrelevância a serviço do surrealismo. Passará!

Continue lendo no Reinaldo Azevedo.