STF ainda votará mérito de suspensão de emendas. Ou: Dinheiro não vai sumir

Continue lendo no Reinaldo Azevedo.