STF já começou a decidir se derruba orçamento secreto

Já são três os votos, no Supremo Tribunal Federal, a favor da liminar da ministra Rosa Weber que suspendeu a execução das emendas do relator, o chamado ‘orçamento secreto’ controlado pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). Um é da própria Rosa e os outros de Cármen Lúcia e Luís Roberto Barroso. A votação passou a madrugada aberta no Plenário Eletrônico e vai até a meia-noite de quarta. São necessários mais três votos para que a medida seja mantida, e os ministros Alexandre…


Continue lendo no Canal Meio.