Alcolumbre acirra briga contra indicado de Bolsonaro ao STF

A crise em torno da indicação do ex-advogado-geral da União André Mendonça a uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF) esquentou de vez. Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro sob as bênçãos da bancada evangélica, o nome de Mendonça foi posto na geladeira pelo presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Na tarde de ontem, o senador divulgou uma nota dura em que disse não admitir ser “ameaçado, intimidado, perseguido ou chantageado” e…


Continue lendo no Canal Meio.