Ciro: “Minha relação com o lulopetismo está encerrada”

Rompendo a trégua que ele mesmo sugeriu, o pré-candidato a presidência Ciro Gomes (PDT) resolveu, novamente, usar sua artilharia verbal contra o ex-presidente Lula (PT).

Atualmente, Ciro é bastante criticado no campo progressista por não ter apoiado diretamente Fernando Haddad no 2° turno das eleições de 2018. Vale lembrar que o pedetista foi ministro da Integração Nacional no governo Lula.

Mas apesar do seu histórico de vinculação com o ex-presidente, Ciro resolveu não deixar mais dúvidas a respeito do seu rompimento com o Partido dos Trabalhadores que na qual ele se refere como “lulopetismo”, termo bastante usando no período de “chumbo” da Operação Lava Jato.

“Com o lulopetismo corrompido, neoliberal e tosco, minha relação está definitivamente encerrada”, disparou no podcast do Estadão.

Além disso, o pedetista classificou o Governo Bolsonaro como “trágico” e responsabilizou o ex-presidente Lula pelo êxito do ex-capitão nas urnas. “Quem produziu o


Continue lendo no O Cafezinho.