Cinismo: militares que atiraram mais de 60 vezes acusam catador morto de assassinar músico no Rio

Sem apresentar provas, a defesa dos 12 que respondem na Justiça Militar pela morte do músico Evaldo Rosa, assassinado em 2019 por militares que dispararam contra o seu carro, acusou pelo crime o catador de latinhas Luciano Macedo, morto na mesma ação militar

Continue lendo no Brasil 247.