Carrefour: movimentos negros questionam TAC de R$ 115 milhões do caso Beto Freitas

Acordo teria ilegalidades e beneficiaria só a Educafro e o Centro Santo Dias, em desacordo com a Lei da Ação Civil Pública, além de dar à cifra milionária o caráter de doação, não de indenização, abrindo caminho para a multinacional deduzir montante de seu imposto

Continue lendo no Brasil 247.