Bolsonaro não dirá Queridxs Brasileirxs, e você?

No país de Bolsonaro não terá a menor importância o desfecho do debate que rola no nosso país, aquele que o capitão chama de “País de Maricas”: estamos preparados para modificar o léxico e adotar o gênero neutro?

Bem vindes, menines, todxs, bruxes, ile, elu, @, X, dile, delu. Todes lindes, certe?, amigues queridxs?

A coisa vai longe e já ganhou página dupla na Folha de S.Paulo, foi reportagem de capa do caderno de Fim de Semana Eu& do Valor, tudo neste mês. Walcyr Carrasco prometeu na Veja incluir pelo menos um personagem “com esse jeito novo de falar” na próxima novela, Verdades Secretas 2. Já há uma série na HBO, TODXS. E restaurantes em São Paulo apresentam cardápio nesta linguagem não binária.

A briga é grande entre os cultivadores da língua culta que, ao contrário do inglês, adota a diferença de gêneros. A língua inglesa resolve o problema com

Continue lendo no Observatório da Imprensa.