Bolsonaro nega absorventes a mulheres muito pobres

O presidente Jair Bolsonaro vetou o projeto aprovado pelo Congresso que previa a distribuição gratuita de absorventes a estudantes de baixa renda das escolas públicas, mulheres em situação de rua e outros grupos. A justificativa foi que o projeto não previa a fonte de custeio, embora o texto indicasse que os recursos viriam do SUS. A Presidência respondeu que absorventes “não são medicamentos essenciais”. (UOL)

A bancada feminina no Congresso começou ontem mesmo a articular a derrubada do…


Continue lendo no Canal Meio.