Que o nome para o STF fique para 2023! Ou: Então vamos falar de prazos?

Continue lendo no Reinaldo Azevedo.