Dupla ilegalidade: com grana pública, Bolsonaro antecipa campanha e mira PT

Continue lendo no Reinaldo Azevedo.