Unidade não pode ser ‘golpe de esperteza’

Muito cedo comecei a ouvir a história de que “a oposição precisa ser unir” e muitas vezes concordei com isso, ainda que raramente tenha visto esta união ser praticada. Em 1982, condenava-se Brizola (repetia-se a história, como agora, que a “culpa” por 1964 tinha sido dele e de outros da esquerda) por não estar disposto […]

O post Unidade não pode ser ‘golpe de esperteza’ apareceu primeiro em TIJOLAÇO.

Continue lendo no Tijolaço.