Um coronel da PM de Goiás ganha o mesmo que dois coronéis da PM de Rondônia

Não há uma Polícia Militar no Brasil; há várias. Como não têm comando único e estão sujeitas às condições orçamentárias e políticas de cada estado, as PMs guardam grandes diferenças entre si. A principal delas talvez seja a diferença salarial. A mediana dos salários dos coronéis da ativa da PM de Goiás, por exemplo, é de R$ 35 mil. Isso quer dizer que metade dos coronéis goianos ganha acima desse valor e metade ganha abaixo. Em Rondônia, essa mediana é consideravelmente menor: são R$ 17,8 mil, embora as funções desempenhadas por um coronel goiano e um coronel rondoniano sejam, a rigor, as mesmas.

window.uolads && window.uolads.push({ id: “banner-300×250-area” });

A pirâmide salarial das PMs é repleta de desigualdades. Conforme mostram os dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, a tropa mais bem paga de todas é a do Distrito Federal, onde a mediana total dos salários

Continue lendo na Revista Piauí.