STF quase chamou o Exército pra defender sua sede

Foto: Nelson Junior/STF

Um articulação de bastidores que envolveu uma série de telefonemas do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Luiz Fux, pode ter ajudado a impedir que o tribunal fosse invadido por manifestantes nos atos de 7 de Setembro.

Segundo apurou a BBC News Brasil, Fux cogitou o uso do Exército para proteger o prédio do STF no momento de maior tensão da manifestação, no noite do dia 6, quando centenas de pessoas furaram um bloqueio da polícia militar do DF e desceram a Esplanada dos Ministérios, em Brasília.

Para proteger o próprio ministro, uma espécie de “QG” foi montado na residência dele, com policiais federais e PMs posicionados no local. De lá, Fux acompanhava atentamente a movimentação na Esplanada, por informes dos seguranças do Supremo e a cobertura da imprensa.

No STF, seguranças fortemente armados e policiais militares se posicionavam nos arredores do prédio. O temor era de

Continue lendo no Blog da Cidadania.