Lewandowski faz andar imposição a Lira para pautar impeachment

Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu para que seja discutido no plenário físico a ação que trata da falta de norma que regulamente o prazo para que o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), tome uma decisão sobre os mais de cem pedidos de impeachment apresentados contra o presidente Jair Bolsonaro.

“O ministro Lewandowski entende que a importância do tema demanda uma análise mais aprofundada em sessão presencial e não em julgamento virtual. O pedido de destaque transfere o julgamento do ambiente virtual para o presencial, que atualmente tem sido realizado por videoconferência”, disse em nota o gabinete do magistrado.

O caso começou a ser julgado, nesta sexta-feira (10), no plenário virtual. Nessa modalidade, os ministros não se reúnem para discutir a matéria, apenas depositam seus votos no sistema eletrônico da Corte.

A relatora, ministra Cármen Lúcia, havia se manifestado pela

Continue lendo no Blog da Cidadania.