Finalmente os bolsofilhos fecharam as matracas

Foto: Reprodução

Quase 24 horas após a publicação da “declaração à nação”, carta em que o presidente Jair Bolsonaro recuou depois das declarações de tom golpista com ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao ministro Alexandre de Moraes nas manifestações de 7 de setembro, parte dos filhos do chefe do Executivo adotaram uma única tática: o silêncio. Nas redes sociais, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) não publicou nada sobre o assunto, e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) deixou apenas uma resposta no ar. Já o senador Flávio Bolsonaro foi sucinto, e postou apenas um apelo: “confiem no capitão”.

Em nota publicada nesta quinta-feira, Bolsonaro disse que nunca teve “a intenção de agredir quaisquer Poderes”, e que suas “palavras, por vezes contundentes, decorreram do calor do momento e dos embates que sempre visaram o bem comum.” No Twitter, a reação de aliados do presidente não foi positiva, e termos

Continue lendo no Blog da Cidadania.