Bolsonaro prega insurreição fascista contra STF e TSE. Por Miguel do Rosário

Bolsonaro – Foto; Reprodução

Bolsonaro prega insurreição fascista contra STF e TSE

Por Miguel do Rosário

Foi difícil acompanhar o discurso de Bolsonaro na Paulista, em função da má qualidade da transmissão.

Quando as redes começaram a decifrar o que Bolsonaro dizia, não houve propriamente surpresa. Bolsonaro havia prometido que seu discurso da Paulista seria mais “robusto”.

Mesmo assim é de revolver o estômago ouvir o presidente da república atacar grosseiramente as duas mais importantes instituições judiciais do país, a corte suprema e o tribunal superior eleitoral.

Atacar é um eufemismo.

Ao afirmar que não respeitará mais decisões do ministro Alexandre de Mores, e que não aceitará participar de uma “farsa eleitoral” patrocinada pelo Tribunal Superior Eleitoral, o presidente da república pregou uma insurreição fascista contra o STF e o TSE.

Por ironia da história, Alexandre de Moraes será o próximo presidente do Tribunal Superior Eleitoral.

“Nós prestamos contas

Continue lendo no Diário do Centro do Mundo.