Paquistão procura se consolidar como interlocutor preferencial dos talibãs

O Paquistão reivindicou neste sábado a posição de interlocutor preferencial no Afeganistão dos talibãs. Depois de três semanas em um discreto segundo plano, o principal apoio político e militar da guerrilha fundamentalista islâmica enviou a Cabul o chefe de seus poderosos serviços secretos, o general Faiz Hameed. Embora o militar tenha evitado confirmar aos jornalistas se iria se reunir com os líderes talibãs, trata-se da autoridade estrangeira de maior hierarquia a visitar o país desde a mudança de regime ocorrida em 15 de agosto. Na sexta-feira, o embaixador paquistanês no Catar se encontrou com um dos membros do Escritório Político do Talibã.

Seguir leyendo

Continue lendo no EL PAÍS Brasil.