Câmara Constitucional de Bukele aprova reeleição presidencial em El Salvador

Poucos meses depois que o presidente Nayib Bukele comprometeu a independência da justiça em El Salvador por meio de guinadas autoritárias, a Câmara Constitucional que ele instalou autorizou na noite de sexta-feira sua reeleição presidencial imediata, cruzando uma linha que os críticos do projeto do Novas Ideias —o partido do presidente— tinham assinalado com preocupação. O Tribunal Supremo Eleitoral (TSE) salvadorenho anunciou neste sábado que acatará a determinação da Câmara Constitucional da Suprema Corte de Justiça de permitir a inscrição para disputar a reeleição presidencial com a única condição de que o presidente em exercício renuncie seis meses antes do fim do mandato.

Seguir leyendo

Continue lendo no EL PAÍS Brasil.