As contas pendentes do ‘gordinho’ Neymar

Neymar conquistou a Liga dos Campeões (2015) e a Libertadores (2011). Tem em sua sala de trófeus o campeonato paulista (2010, 2011 e 2012), a Liga espanhola (2015 e 2016) e a Ligue 1, francesa (2017, 2018, 2019 e 2020). O ouro olímpico foi pendurado (2016) e conquistou as Confederações (2013). Desde que apareceu no futebol profissional, aos 17 anos, só ficou sem erguer um título importante em duas temporadas, na estreia no Santos (2009) e na primeira no Barça (com Tata Martino no banco, venceu a Supertaça em 2013). “Ney não se preocupa tanto com objetivos pessoais de gols quanto Cristiano e Messi. Ele quer conquistar títulos“, assegura o entorno do brasileiro. Mas, aos 29 anos e com um currículo em que só falta Copa do Mundo e Copa América, Neymar tem que prestar contas. Ele não levantou o Orelhuda com o PSG (finalista em 2020) e no Brasil

Continue lendo no EL PAÍS Brasil.