Bolsonaro e o “parabelo”. A gente é Corisco e não se entrega ao capitão

Continue lendo no Reinaldo Azevedo.