Após massacre, Biden jura vingança

“Vamos caçá-los e vamos fazê-los pagar.” Assim reagiu o presidente Joe Biden aos atentados a bomba que atingiram ontem os arredores do aeroporto de Cabul, matando ao menos 13 militares americanos e 95 afegãos, incluindo patrulhas do Talibã. O crime foi reivindicado por um braço local do Estado Islâmico. O clima na área era tenso havia dias. Tanto os países Europeus quanto o Talibã orientavam as pessoas a não tentarem chegar ao aeroporto, onde milhares de estrangeiros e afegãos já se…


Continue lendo no Canal Meio.