Comandante de batalhões da PMSP convoca para atos bolsonaristas

A Polícia Militar de São Paulo vive um caso grave de insubordinação motivado pelos atos de apoio a Jair Bolsonaro no Sete de Setembro. O chefe do Comando de Policiamento do Interior-7 (CPI-7), coronel Aleksander Lacerda, usou o Facebook para convocar “amigos” a participarem da manifestação bolsonarista na Avenida Paulista. Segundo revela o jornalista Marcelo Godoy, Lacerda, que comanda 5 mil homens, ainda atacou o governador João Doria, ao qual a PM está subordinada, e o STF. Depois que o…


Continue lendo no Canal Meio.