Barroso manda recado a militares

Foto: Igo Estrela/Metrópoles

Ao comentar notícia de que o ministro da Defesa, general Braga Netto, teria condicionado as eleições de 2022 ao voto impresso e auditável, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, disse, nesta quinta-feira (22/7), que o país tem uma Constituição em vigor.

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, o recado teria sido dado ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), no último dia 8, por meio de um interlocutor. Na ocasião, Braga Netto estaria acompanhado de chefes militares do Exército, da Marinha e da Aeronáutica.

“Conversei com o Ministro da Defesa e com o presidente da Câmara, e ambos desmentiram, enfaticamente, qualquer episódio de ameaça às eleições. Temos uma Constituição em vigor, instituições funcionando, imprensa livre e sociedade consciente e mobilizada em favor da democracia”, assinalou Barroso, em uma rede social.

Nesta manhã, o ministro da Defesa assegurou, em

Continue lendo no Blog da Cidadania.