Para forçar Mendonça no STF, Bolsonaro reconduz Aras à PGR

Augusto Aras não levou a indicação ao Supremo, mas ficou com um prêmio de consolação. Ontem Jair Bolsonaro recomendou ao Senado, a quem cabe a aprovação, que Aras seja reconduzido ao cargo de procurador-geral da República. Mais uma vez o presidente ignorou a lista tríplice elaborada pelos procuradores. Indicar um integrante da lista foi uma tradição inaugurada em 2003 no governo Lula e mantida por Dilma Rousseff e Michel Temer. (UOL)

De acordo com Bela Megale é um jogo tático do Planalto….


Continue lendo no Canal Meio.