O duelo final de Bolsonaro com Alexandre de Moraes

“Bolsonaro quer estar vivo até 2022”, diz o jornalista Moisés Mendes, que destaca: “se conseguir sobreviver e ir para o segundo turno em 2022, terá pela frente o ministro que tentou controlar desde 2020. Moraes presidirá o TSE durante a eleição”

Continue lendo no Brasil 247.