Depoimento na CPI faz líder do governo admitir estar ‘desconfortável’

É propina, mas pode chamar de comissionamento. O representante de vendas da Davati Medical Supply no Brasil, Cristiano Carvalho, confirmou à CPI da Pandemia que o PM Luiz Paulo Dominguetti o informou de uma exigência de US$ 1 por dose numa negociação de 400 milhões de doses da vacina AstraZeneca, mas que achou se tratar de “comissionamento extra”. Segundo Dominguetti, a exigência foi feita por Roberto Dias, então diretor de Logística do Ministério da Saúde. Munido de cópias de mensagens,…


Continue lendo no Canal Meio.