Mensagens sugerem que Bolsonaro se envolveu em esquema das vacinas

Mensagens no celular apreendido do PM Luiz Paulo Dominguetti indicam que o presidente Jair Bolsonaro esteve pessoalmente envolvido na negociação para compra de doses da AstraZeneca através da empresa Davati, com intermediação do próprio policial e do reverendo Amilton Gomes de Paula. Numa das mensagens, Dominguetti cobra de um interlocutor documentos porque “Bolsonaro está pedindo”. Em outra, diz que “o presidente tá apertando o reverendo. Tem um pessoal da presidência lá para buscar o…


Continue lendo no Canal Meio.