MP investiga governo por superfaturamento de vacina indiana

O Ministério Público Federal pediu uma investigação criminal sobre a compra de 20 milhões de doses da vacina indiana Covaxin pelo Ministério da Saúde, intermediado pela empresa Precisa Medicamentos. Segundo a procuradora Luciana Loureiro, a falta de correções no contrato, o alto preço das vacinas e o fato de sócios da Precisa estarem envolvidos em outras investigações na Saúde são indícios de crime. O governo aceitou pagar R$ 80,7 por dose, enquanto a vacina da AstraZeneca custa, em média,…


Continue lendo no Canal Meio.