Ajude a mapear a perseguição política nas universidades brasileiras

Conteúdo Original Agência Pública.

De bolsas de pesquisas cortadas por falta de verba à desqualificação do conhecimento científico, as universidades brasileiras vivem um momento de desvalorização. Além disso, pipocam relatos de professores e universitários, por todo o país, que têm sido constrangidos, perseguidos ou processados por suas posições políticas ou por simplesmente ministrarem conteúdos ligados à sua disciplina. A Agência Pública quer mapear a perseguição política no ambiente acadêmico. Compartilhe sua história e nos ajude a fazer esse levantamento. 

Você conhece algum professor que foi denunciado, processado ou punido por causa do conteúdo de suas aulas? Ficou sabendo de algum estudante ou grupo de alunos perseguido por sua atuação política na universidade? Ouviu algum relato de pesquisa científica vetada, paralisada ou censurada por abordar um tema considerado polêmico? Tem alguma história para contar relacionada a ameaças à liberdade de cátedra? 

Os jornalistas da Pública querem te ouvir. Para enviar seu relato, responda o questionário abaixo, mande um email para participe@apublica.org ou envie uma mensagem no Whatsapp para (11) 98886-9401. 

Se você é um professor, entendemos que decidir contar histórias do seu local de trabalho poderia colocar em riscos vínculos empregatícios. Nós garantimos que a sua identidade será protegida e as informações que você compartilhar por meio deste questionário só serão publicadas com a sua permissão explícita. Este é apenas um primeiro contato entre você e nossos repórteres.

(function() { var qs,js,q,s,d=document, gi=d.getElementById, ce=d.createElement, gt=d.getElementsByTagName, id=”typef_orm”, b=”https://embed.typeform.com/”; if(!gi.call(d,id)) { js=ce.call(d,”script”); js.id=id; js.src=b+”embed.js”; q=gt.call(d,”script”)[0]; q.parentNode.insertBefore(js,q) } })()